Como realizar reuniões virtuais com o Google Meet

Serviço do Google para videoconferências está liberado de forma gratuita para seus usuários. Confira como usá-lo!

Com o surto do coronavírus atingindo diversas partes do mundo, diversos serviços de videoconferência têm visto o seu número de usuários crescer. Assim, por exemplo, até mesmo aplicativos como o WhatsApp que tem como foco a troca de mensagens melhoraram a sua parte de chamadas de vídeo.

Por sua vez, o Google tem trabalhado para substituir o Hangouts com o serviço Meet, que possui um foco mais corporativo, te deixa criar reuniões rapidamente e pode ser utilizado de forma gratuita com certas limitações.

Pensando nisso, a equipe de Analistas da PRODATER criou um manual para ajudar os servidores da PMT na utilização do Google Meet . A seguir, veja como criar reuniões com o Google Meet.

Acesse aqui as orientações!

Importante

O acesso gratuito para o Google Meet está sendo liberado de forma gradual e pode não estar disponível para todos. Assim, caso a opção gratuita não apareça para você, será necessário aguardar que o Google a libere para sua conta.

As reuniões gratuitas do Google Meet podem ter no máximo 100 participantes e durar até uma hora. Caso este tempo seja excedido, será necessário criar uma nova reunião para continuar a usar o serviço.

 

PRODATER lança Boletim do SEI

A Empresa Teresinense de Processamento de Dados (Prodater) lançou o Boletim do SEI (Sistema Eletrônico de Informações). O SEI é um sistema que engloba um conjunto de módulos e funcionalidades que promovem a eficiência administrativa. “O SEI é cedido gratuitamente para instituições públicas e permite transferir a gestão de documentos e de processos eletrônicos administrativos para um mesmo ambiente virtual. Dentre os muitos benefícios e práticas inovadoras de trabalho, estão a diminuição do uso de papel e o compartilhamento de conhecimento com atualização e comunicação de novos eventos em tempo real”, explica Câncio Júnior, Diretor Técnico da Prodater.

Além da versão web do sistema, versão mais completa, o SEI possui uma versão mobile, aplicativo, disponível tanto para Android como IOS, lançada pela Secretaria de Gestão do Ministério da Economia, permite que servidores criem processos eletrônicos e editem documentos. Pelo celular, será possível criar processos e realizar novas operações para atendimento de diversas necessidades da administração pública, contemplando também correções de erros e melhorias de segurança, além de novas funcionalidades como a criação de processos, criação e edição de documentos e notificações para atribuição de processos, dentre outros.

De acordo com Lucas Aurélio, Analista de Negócios da Prodater, “O SEI é utilizado tanto por servidores da Prefeitura, quanto por usuários externos, como fornecedores e cidadãos em geral que podem resolver suas demandas pelo sistema. Alguns exemplos de demandas que a população já pode solicitar pelo SEI estão na página https://pmt.pi.gov.br/teresinensedigital/”, informa.

O analista também orienta que o Boletim do SEI é uma forma de centralizar as novidades sobre o sistema e onde os usuários podem encontrar facilmente links para acesso, informações, notícias, documentos, materiais de apoio, tirar rapidamente dúvidas mais frequentes quanto ao uso e entrar em contato com o suporte para solucionar problemas. “Constarão no Boletim, por exemplo, novos serviços que estarão à disposição online conforme forem implantados”, acrescenta Lucas.

O Boletim do SEI está disponível no endereço: http://sites.prodater.pmt.pi.gov.br/boletim-do-sei

Corso de Teresina terá internet gratuita para os foliões

Eduardo Aguiar – Presidente da PRODATER

A Empresa de Processamento de Dados de Teresina – PRODATER, responsável pelo setor de tecnologia da capital piauiense, irá disponibilizar internet gratuita para o cidadão durante o Corso, que acontece neste sábado (15), na Avenida Raul Lopes.

“É uma orientação do prefeito Firmino que todas as secretarias apoiem a Fundação Municipal Monsenhor Chaves (FMC) na organização e estruturação do evento. Nós da PRODATER vamos colocar internet grátis durante o Corso na Raul Lopes. Nós vamos utilizar o que há de mais moderno em tecnologia WiFi, então nós teremos a capacidade de atender mais de mil foliões ao mesmo tempo e em uma velocidade boa”, explicou Eduardo Aguiar, presidente da PRODATER.

A disponibilização de internet gratuita em locais públicos faz parte do projeto Teresinense Digital.